segunda-feira, 2 de julho de 2012

Em jeito de reflexão

Conseguem fazer um pequeno, grande, exercício mental?!. Muito bem!..
Como será Vila Mendo daqui a 30 anos? Terá vida?.. Terá movimento?.. Terá pessoas?!.
Continuará a perder, lenta e inexoravelmente, as suas gentes?.. Ou pelo contrário; poderá vir a ganhar um novo impulso populacional?!. Que impulso poderá ser?!. É expectável que isso aconteça?!. Ou será  que está condenada a ser uma aldeia fantasma?.. Que podemos fazer para que tal não aconteça?
O futuro é já aí... estamos preparados para o encarar?!.

6 comentários:

Tiago Gonçalves disse...

Essa é uma reflexão gigante... Vila Mendo só pode atrair gente se tiver fatores diferenciadores importantes.

Um deles seria o preço das habitações se as pessoas que não usam as suas e que pertenceram aos seus familiares as cedessem a preços mais módicos. Seria algo que estariam a fazer pela sua aldeia, para que a mesma volte a ganhar vida.

Além disso, a associação pode ter um papel essencial dinamizando áreas como o apoio domiciliário e atividades de lazer para os habitantes.

O emprego pode não estar longe se a PLIE "acordar", se os lares de Santa Ana d'Azinha forem os 3 em frente, a agricultura pode ser uma solução complementada com a exploração florestal e eu, pessoalmente, sempre achei que um café em V. Mendo pode ser rentável.

Mas convençamo-nos de uma coisa: se não formos nós a fazer algo por V. Mendo escusamos de estar à espera que outros o venham fazer...

Tiago Gonçalves

Anónimo disse...

vai acontecer-lhe o mesmo que a dezenas e centenas de aldeias: desaparecerá. porque não há investimento. porque os seus descendentes não se interessam.

Anónimo disse...

Se calhar a associação deve ter outras prioridades e apostar em coisas que tenham mais valor para a aldeia, coisas que criem emprego,não serà?

Anónimo disse...

Vila Mendo nunca será uma aldeia fantasma!!!!

Paulo Marcos disse...

Vila Mendo pode ser um bom local para viver e não necessariamente para trabalhar.

Luís Filipe Gonçalves Soares disse...

Até porque está tão só a dez minutos da Guarda...